domingo, 7 de junho de 2009

Cine Debate questiona vantagens de uma vida irresponsável

A Associação Paulista de Medicina (APM) realiza, em 19 de junho, mais uma edição do Cine Debate, com a exibição do drama italiano Os Boas Vidas. Após a sessão, o psiquiatra Wimer Bottura Jr. coordenará uma discussão com o público sobre o mote da obra: as reais vantagens de ter um cotidiano sem responsabilidades. Estarão em discussão a dependência financeira; os conflitos familiares e amorosos de quem vive de tal maneira.

 

O foco da análise será a perspectiva do filme sobre os personagens principais: adultos irresponsáveis, improdutivos, que vivem na farra e ainda dão trabalho para os pais. "Primeiro vamos questionar o que é realmente ser um boa-vida. Porque, não raro, essas pessoas são altamente angustiadas e atormentadas", afirma o dr. Wimer Bottura Jr.

 

Ainda de acordo com o especialista, a frustração é uma conseqüência muito provável para esses indivíduos, que inclusive buscam sempre compartilhar com os outros sua infelicidade e a sensação de fracasso.

 

"Altamente dependente e sem autonomia para decidir sua própria vida, esse tipo de personalidade pode ter raízes em transtornos mentais não tratados ou até na simples superproteção e inconsistência dos pais", alerta o dr. Bottura Jr.

 

A importância do filme, ainda segundo o dr. Bottura Jr., está em sua capacidade de gerar reflexão e debate. "Depois de assistir, as pessoas terão outra visão sobre ser. A expectativa é que passem a viver seus próprios conceitos, em vez de viver conceitos emprestados ou herdados, que é o caso desses personagens".

 

 

O filme

 

Numa pequena cidade da Itália, cinco amigos – marmanjos na casa dos trinta anos - desfrutam dos dias e noites à moda "vitelloni" (inúteis) e não querem nem conseguem se encaixar nos papéis normalmente atribuídos a homens desta idade. Liderada pelo mulherengo Fausto, a turma vive em meio à boemia e sem perspectivas.

 

A história começa a se desenrolar quando Fausto engravida uma moça e resolve fugir da responsabilidade. O problema é que a mãe de seu futuro filho é a irmã de seu melhor amigo, Moraldo, também um "vitelloni". A situação acaba o levando ao casamento e, na medida do possível, a uma vida comum. Entretanto, Fausto não consegue sequer se estabilizar em um emprego nem mesmo ser fiel à esposa.

 

Serviço

Data: 19 de junho de 2009

Horário: 19h30

Entrada franca

Local: APM

Endereço: Av. Brig. Luiz Antonio, 278 - Bela Vista - São Paulo/SP

Informações: (11) 3188-4248

 

Acontece Comunicação e Notícias 

www.acontecenoticias.com.br

 

 



--
http://www.farolcomunitario.com.br
rede web de informação e cultura