terça-feira, 21 de abril de 2009

Médicos falam aos cidadãos - CARTA DE SÃO PEDRO


CARTA DE SÃO PEDRO

 

 

Lideranças médicas de São Paulo, reunidas na cidade de São Pedro, interior do estado, de 18 a 20 de abril, no Fórum das Regionais da Associação Paulista de Medicina, analisaram as atuais conjunturas política, econômica e social da saúde a da medicina no Brasil.

 

Por aclamação, aprovaram um plano de ações e um rol de bandeiras que nortearão o movimento médico de São Paulo, e mais especificamente as entidades associativas, durante o ano de 2009.

 

A idéia de todas as reivindicações, parte delas transcrita a seguir nessa Carta de São Pedro, é melhorar a assistência à população, valorizar o trabalho do profissional de medicina, garantindo sua autonomia, e fortalecer o Sistema Único de Saúde, assim como colaborar para a correção de desvios do Sistema de Saúde Suplementar.

 

 

  • Implantação da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) no sistema público de saúde, para que todos os brasileiros possam ter acesso aos procedimentos mais modernos e eficazes da medicina

 

  • Pleitear junto ao Senado a imediata aprovação do projeto de lei que transforma a CBHPM no rol referencial do sistema de saúde suplementar

 

  • Implantação nacional da CBHPM no sistema de saúde suplementar com uma política de reajustes anuais dos valores dos coeficientes dos procedimentos

 

  • Imediata implantação da carreira de estado e do Plano de Carreira, Cargos e Salários para os médicos do sistema público nas esferas federal, estadual e municipal

 

  • Salário mínimo profissional de R$ 7.503,18 por 20 horas de trabalho semanais

 

  • Mobilização da classe médica pela implantação do PCCS e divulgação ampla do mesmo à sociedade

 

  • Garantir um processo de educação continuada para todos os médicos, especialistas e não especialistas, com o intuito de proporcionar à população atendimento ético, humanizado e de qualidade em todos os níveis de atenção, tanto no sistema público como na saúde suplementar

 

 

Os médicos da Associação Paulista de Medicina contam com o apoio dos cidadãos para, em um amplo movimento, sensibilizar as autoridades brasileiras a priorizar essas bandeiras que trarão uma assistência melhor a todos; assim como reiteram mais uma vez a necessidade urgente de mais investimentos no setor, com a imediata aprovação da Emenda Constitucional 29.

 

São Pedro, 20 de abril de 2009

 

Jorge Carlos Machado Curi,

presidente da APM


Assessoria de Imprensa
Acontece Comunicação e Notícias