quarta-feira, 25 de novembro de 2009

V Congresso Internacional EducaRede reúne, em Madri, especialistas para debater a inovação na escola

Evento acontece entre 26 e 28 de novembro e tem o Brasil como país convidado

Entre 26 e 28 de novembro, dezenas de especialistas em educação nos países ibero-americanos estarão debatendo questões ligadas à inovação e ao uso educativo das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). As discussões acontecerão em Madri, durante a realização do V Congresso Internacional EducaRede, promovido pela Fundação Telefônica da Espanha e que, neste ano, tem o Brasil como país convidado. Durante o evento, será lançado o portal EducaRede global, que incorporará conteúdos dos portais dos oito países participantes do programa, ou seja, Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Venezuela, Peru e Espanha. 

O Congresso, que ocorre a cada dois anos, terá cerca de 2.000 participantes, que debaterão sobre o tema "Inovar na Escola – Modelos, Experiências e Protagonistas da Integração das TIC". Os objetivos do evento são apresentar e analisar as experiências educativas mais inovadoras que estão sendo realizadas com as TIC na escola, bem como discutir o processo de mudança tecnológica, pedagógica e social que a integração das TIC implica dentro dos múltiplos desafios com que se depara a educação hoje. O evento também pretende refletir sobre as tendências e os cenários futuros da inovação. 

Como país convidado, o Brasil contará com a participação de representantes de destaque no panorama atual brasileiro em matéria de inovação educativa, assim como com as experiências mais relevantes colocadas em prática por docentes no país. Foram inscritas 3.191 experiências brasileiras no site do Congresso. 

Neste ano, o Congresso inovou em sua forma, ao criar uma versão on-line, para apresentação de palestras, promoção de chats, workshops e encontros com especialistas, com o intuito de antecipar questões que serão debatidas no encontro presencial. As atividades virtuais tiveram início em setembro e contaram com cerca de 13 mil pessoas inscritas de mais de 30 países, sendo três mil brasileiros. 

Destaques da programação 

A primeira sessão plenária do Congresso, já no dia 26, estará a cargo da brasileira Roseli de Deus, professora do departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e diretora da "Estação Ciência", da USP. Ela vai falar sobre "Meios eletrônicos Interativos e Desafios". Na sequencia, outra professora brasileira, Maria Elizabeth de Almeida, doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, dividirá a mesa com os espanhóis Antonio Rodriguez de las Heras e Salvador Aragon, para debate sobre "Condições e objetivos da Inovação Educativa". 

Para finalizar o dia, o professor Rogério da Costa, doutor em História da Filosofia e professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica (PUC), de São Paulo, apresentará experiências de destaque no que se refere à integração das TIC na vida escolar. Ele representará a América Latina. 

No dia 27, o Brasil estará presente na sessão plenária sobre "Horizontes da Inovação", através da participação do professor e diretor da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia, Nelson Pretto. Ele dividirá a mesa com a norte-americana Jane McGonigal, desenvolvedora de jogos para a resolução de problemas e visão de tendências futuras, e com o filósofo argentino Alejandro Piscitelli. 

O encerramento do evento, no dia 28, estará a cargo do espanhol Manuel Castells Oliván, catedrático de Sociologia e Urbanismo da Universidade da Califórnia, em Berkeley, e diretor do Internet Interdisciplinary Institute. Ele vai discorrer sobre "A educação na era da Internet". 

Sobre o EducaRede

O EducaRede (www.educarede.org.br) é um dos maiores programas desenvolvidos pela Fundação Telefônica onde a instituição está presente.. Por meio de um portal na Internet, seu objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade da educação, estimulando a integração das TIC no cotidiano da escola pública e possibilitando a inclusão digital aos milhares de jovens que participam dos projetos. 

Sobre a Fundação Telefônica no Brasil

Criada em 1999 com o objetivo de coordenar o investimento social do Grupo Telefônica no Brasil, a Fundação Telefônica completa 10 anos de atuação no País. Nesse período, mais de 500 mil pessoas foram beneficiadas direta ou indiretamente com os projetos de desenvolvimento social, que têm como eixos centrais a consolidação dos direitos das crianças e dos adolescentes e a melhoria da qualidade da educação pública. Hoje, seus principais programas são o EducaRede e o Pró-Menino. A Fundação Telefônica mantém ainda os programas Arte e Tecnologia e Voluntários Telefônica.

Fundação Telefônica - Assessoria de imprensa / Marli Romanini

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura