segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Exposição de fotografia - Cidade Efêmera - Veronica Manevy

A jovem fotógrafa Veronica Manevy expõe seu trabalho no ateliê OÇO no centro de São Paulo e leva ao público 13 imagens feitas a partir de visitas no interior dos prédios Mercúrio e São Vito (Treme-treme) no período final de 2010 a inicio 2011, durante a demolição dos prédios no intuito de registrar todo o processo.

A ideia inicial era um trabalho documental, mas mudou de rumo e as fotos trazem uma outra impressão que vai além dos antigos prédios em demolição: "Durante as visitas fui encontrando outros caminhos, entendendo que eu poderia falar do abandono, da transformação na cidade sem necessariamente estar ancorada na identidade dos prédios. Andaimes, véus de proteção, ícones representativos da arquitetura do Centro revelam uma cidade velada".

O curador e proprietário da galeria OÇO Claudinei Roberto que está no centro de São Paulo e transporta o visitante para o clima que envolve a áurea das imagens captadas, como afirma: "São Paulo, que tão frequentemente recebe o estrangeiro, parece recusar a revelação de sua identidade aos que dela se aproximam de maneira superficial, como um turista em vacância. O olhar de Veronica Manevy tem essa qualidade que refuta o monumento, mas não o monumental implícito nas mutações impressas na epiderme da cidade. Cidade velada, cidade revelada...fotografia intimista que nos devolve a um silêncio que nesta paisagem julgávamos perdido".

Segundo Veronica o trabalho de edição foi complexo. Após definir o recorte que quer e preciso então escolher as imagens que respeitem e compõe a ideia. O sentimento é recordado de um formato específico que remete quando se conhece um espaço que causou tantas polemicas:

"É uma sensação muito forte estar em um prédio que você sabe que em questão de meses deixará de existir. Moradores foram retirados com a informação que retornariam após uma revitalização.

São sentimentos contraditórios, como fotógrafa sabia que tinha uma oportunidade única, e eu tentei aproveitar ao máximo a excitação dessa experiência, por outro lado os resquícios de vandalismo de abandono mostravam do que se tratava tudo aquilo e essa densidade a gente percebe nas imagens" afirma Veronica.

Veronica Manevy chega a sua primeira exposição com o prêmio a homenagem aos 457 anos de São Paulo realizado pela Secretaria Municipal de Cultura e a Motorola, ficou entre as finalistas do Prêmio ClubTransatlantico de fotografia, idealizado por Caio Reisewitz.

Sua Formação acadêmica é em Educação Artística com Habilitação em Música, Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) e  Técnico em Processos Fotográficos: Senac

Local e data:
Praça Carlos Gomes, 115, Liberdade
São Paulo SP
Nome da exposição: cidade efêmera
03 dezembro às16h a 14 de janeiro de 2012
Quarta, sexta e sábado das 14h às 19h


Site: www.veronicamanevy.com.br

via  Nicolau Kietzmann Goldemberg | DGNK
-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO