sábado, 9 de junho de 2012

1,5 mil PMs e Decradi vão trabalhar dobrado na 16ª Parada

O policiamento preventivo e ostensivo não será a única preocupação. A coorporação também vai fiscalizar a presença de ambulantes irregulares e a venda ilegal de bebidas alcoólicas. A segurança do entorno da atração também será reforçada, assim como o atendimento do 190

A Polícia Militar será a primeira a chegar e a última a ir embora da 16ª edição da Parada do Orgulho Lésbico, Gay, Bissexual e Transgêneros (LGBT), que acontecerá no próximo domingo (10). Tudo isso para garantir uma diversão segura aos milhões de paulistanos e turistas participantes do evento. Um esquema especial foi planejado com 1.500 policiais para atuar nas ruas da atração.

Às 6 horas da manhã, ações já serão colocadas em prática. Às 10h, duas horas antes do início do evento, os 1.500 policiais já estarão de prontidão para garantir a segurança. Além do reforço no efetivo, a PM contará, este ano, com as lentes de sua central de videomonitoração, 35 viaturas, 70 motos Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas) e cinco Bases Comunitárias Móveis.

O policiamento preventivo e ostensivo não será a única preocupação. A coorporação também vai fiscalizar a presença de ambulantes irregulares e a venda ilegal de bebidas alcoólicas. A segurança do entorno da atração também será reforçada, assim como o atendimento do 190.

O término do evento está previsto para as 20 horas, mas a Polícia Militar vai atuar até a liberação total das ruas. Diversos órgãos públicos trabalharão em parceria com a PM, entre eles, a Polícia Civil, a Guarda Civil Metropolitana de São Paulo (GCM), a Companhia de Engenharia de Tráfico (CET) e as Subprefeituras.

Polícia Civil
Além do policiamento preventivo e ostensivo, os trabalhos de polícia judiciária também terão uma estrutura especial na 16ª edição da Parada do Orgulho Lésbico, Gay, Bissexual e Transgêneros (LGBT). Possíveis ações de grupos de intolerância serão alvo da Decradi (Delegacia de Crimes Raciais). Doze policiais civis serão mantidos em três postos de monitoração - no MASP, no recuo do Cemitério da Consolação e no ponto de dispersão da festa.

Possíveis ocorrências poderão ser registradas ainda no 4º (Consolação), 5º (Aclimação) e 78º (Jardins) distritos policiais.

Imprensa / Secretaria da Segurança Pública SP
-- 
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO