segunda-feira, 20 de junho de 2011

Pesquisa em Fisioterapia convida voluntários para avaliação de desempenho motor

Participantes serão submetidos a atividades físicas de caminhada e subidas em degraus, além de avaliação da função pulmonar e da composição corporal

Estudos realizados no Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia (PPGFt) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) buscam desenvolver parâmetros para análise de desempenho físico. A ideia é avaliar a influência de fatores como idade, peso, altura, sexo e composição corporal no desempenho dos participantes do estudo durante testes de caminhada e em degraus. A pesquisa é coordenada por Juliano Arcuri, aluno de mestrado do PPGFt, sob a orientação de Valéria Amorim Pires Di Lorenzo, docente do Departamento de Fisioterapia (DFisio) da UFSCar. Para a condução do projeto, os pesquisadores convidam voluntários de São Carlos e região que serão submetidos a atividades físicas como subidas em degraus e caminhada, além de avaliações da composição corporal e espirometria, que avalia a função pulmonar. Com base nos exercícios físicos, serão analisadas as influências de diversos fatores no desempenho físico dos participantes. "Os voluntários devem ser saudáveis e, com base no desempenho de cada um, será feita uma relação com os seus valores de peso, altura, idade e gênero, para que possamos predizer qual deveria ser o desempenho de pessoas com as mesmas características", explica o pesquisador. Podem participar da pesquisa homens e mulheres, a partir dos 30 anos de idade e em bom estado de saúde. O estudo tem como objetivo o desenvolvimento de uma equação de predição de desempenho de teste de degrau, que relaciona o desempenho a partir da estrutura corporal das pessoas. Dessa forma, a pesquisa pretende levantar um patamar de desempenho conforme a altura, peso, idade e composição corporal de homens e mulheres saudáveis. Segundo a orientadora da pesquisa, os estudos vão contribuir para a avaliação do desempenho físico das pessoas, já que ainda não existem parâmetros de rendimento em exercícios de degrau com base nas características da população brasileira. As sessões ocorrem na Unidade Especial de Fisioterapia Respiratória, localizada no anexo da Santa Casa de São Carlos, ou no Laboratório de Espirometria e Fisioterapia Respiratória, localizado na área Sul do campus São Carlos da Universidade. A pesquisa já foi aprovada pelo Comitê de Ética da UFSCar. Os interessados em participar do estudo devem fazer contato com o pesquisador pelo telefone (16) 3351-8343 ou pelo e-mail julianoarcuri@gmail.com.

Enzo Kuratomi | Coordenadoria de Comunicação Social
Universidade Federal de São Carlos

Creative Commons License Esta notícia é licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Baseada no trabalho de www.comunicacao.ufscar.br
-- 
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa