segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Instituto Mauá de Tecnologia abre inscrições para o mestrado em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos

Programa possui três áreas: Engenharia de Alimentos, Processos Químicos e Processos Bioquímicos

 

Estão abertas as inscrições para as turmas 2011 do Programa de Mestrado em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos do Instituto Mauá de Tecnologia. O Programa, destinado a graduados que tenham interesse em aprofundar seus conhecimentos nas áreas de Engenharia de Alimentos, de Processos Bioquímicos e de Processos Químicos para atuar como docente ou em indústrias e centros tecnológicos, desenvolvendo pesquisa científica e tecnológica para a criação de produtos e processos, tem duração de três anos e é recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e reconhecido pelo Ministério de Educação (MEC).

 

Para participar do processo seletivo, o candidato deve enviar currículo para a Instituição e passar por entrevista individual. As inscrições podem ser feitas até 10 de fevereiro, no campus da Mauá em São Caetano do Sul. As aulas começam em março de 2011. O programa do curso prevê que o aluno curse seis disciplinas, duas obrigatórias e quatro eletivas selecionadas entre as oferecidas nas três áreas - Engenharia de Alimentos, Processos Bioquímicos e Processos Químicos - dependendo da linha de pesquisa e do tema por ele adotado para desenvolvimento da dissertação.

 

A Engenharia de Alimentos é voltada à Análise e Otimização de Processos na Indústria de Alimentos, à aplicação de novas tecnologias no desenvolvimento e na conservação de produtos alimentícios, à Engenharia de Embalagem e à Sanificação Industrial. A linha de pesquisa em Engenharia de Processos Bioquímicos concentra-se em projetos relacionados ao desenvolvimento de sistemas combinados para tratamento de águas residuárias visando à remoção de poluentes. Já a Engenharia de Processos Químicos concentra projeto, análise e otimização de processos da indústria química, desenvolvimento de processos químicos com aplicação de micro-ondas e análise do impacto ambiental de sistemas de conversão de energia e processos oxidativos avançados.

 

No final do curso, o aluno deverá ter cumprido 96 créditos: 36 de disciplinas e 60 da dissertação de mestrado, ser aprovado no exame de qualificação e apresentar sua dissertação à banca examinadora. O campus da Mauá possui infraestrutura para o aluno desenvolver trabalhos experimentais e dispõe de duas plantas-piloto e mais de 100 laboratórios, alguns específicos para as linhas de pesquisa do Mestrado.

 

Mais informações:

Serviço: Programa de Mestrado em Engenharia de Alimentos, Engenharia de Processos Bioquímicos e Químicos

Inscrições: até 10 de fevereiro

Início das aulas: 1.º de março

Campus de São Caetano do Sul - Praça Mauá 1 - São Caetano do Sul, SP.
Telefone: (11)  4239.3401. Email:
posgraduacao@maua.br

Informações e inscrições no site: www.maua.br/posgraduacao.

 

Sobre o Instituto Mauá de Tecnologia - IMT

O Instituto Mauá de Tecnologia - IMT é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, cujo objetivo principal é promover o ensino técnico-científico, visando à formação de recursos humanos altamente qualificados, que contribuam para o desenvolvimento socioeconômico do País. Fundado em dezembro de 1961, o IMT, com campi em São Paulo e São Caetano do Sul, mantém duas unidades: Centro Universitário e Centro de Pesquisas.

 

O Centro Universitário oferece cursos de graduação em Administração, Design do Produto e Engenharia, além de cursos superiores de tecnologia em Gestão Ambiental e em Gestão da Tecnologia da Informação. Na pós-graduação são oferecidos cursos de aperfeiçoamento, especialização e MBA nas áreas de Administração, Gestão e Engenharia e é desenvolvido programa de mestrado em processos químicos e bioquímicos.

 

O Centro de Pesquisas dispõe de um quadro de técnicos e engenheiros e, há mais de 40 anos, desenvolve tecnologia para atendimento de necessidades da indústria, além de proporcionar estágios aos alunos do Centro Universitário, que assim complementam sua formação profissional.

 

Andréa Tucunduva | Di Fatto Central 

-- 
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa