segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Policiais participam de Jornada de Direitos Humanos

Cerca de 720 profissionais de segurança pública participarão no mês de setembro das Jornadas Formativas de Direitos Humanos previstas para 2010. O evento acontece a partir desta quarta-feira (8) em Aracaju e percorre durante todo o mês nas cidades de Campo Grande, Cuiabá e Fortaleza. A iniciativa é da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça. O objetivo é aperfeiçoar a formação cultural dos profissionais segundo princípios como proteção à vida, responsabilidade e comportamento ético e integração à comunidade.

Para o secretário Nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, os policiais devem ter como foco a preservação da vida e a proteção dos direitos dos cidadãos.  "Essas jornadas são importantes para mostrar que suas funções vão além da resposta às ocorrências. Eles exercem um papel de protagonismo na sociedade como educadores e devem dar exemplo na sua conduta".

As jornadas acontecem nas cidades de Aracaju (8 a 11/9), Campo Grande (13 a 17/9), Cuiabá (20 a 24/9) e Fortaleza (27 a 01/10). Já foram capacitados 965 multiplicadores; profissionais que trabalham diretamente em atividades operacionais, e que aproveitam a oportunidade para se atualizarem com relação aos assuntos Direitos Humanos e Cidadania.

O conteúdo programático do curso envolve as seguintes temáticas: visão Sistemática da Produção da violência, fatores de humanização, uma viagem pela memória histórica da Segurança Pública brasileira e construindo novos valores para os Direitos Humanos para Segurança Pública.

Criada há quatro anos, a Jornada já capacitou mais de 4.300 agentes de segurança – entre policiais militares e civis, guardas municipais e corpo de bombeiros – em 11 estados e no Distrito Federal.

Luciana Justiniano | Assessoria de Comunicação ACS/ MJ

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br