terça-feira, 10 de agosto de 2010

PD em química analítica com Bolsa da FAPESP

PD em química analítica com Bolsa da FAPESP

Temático no Instituto de Química de Araraquara da Unesp oferece oportunidade para candidatos com experiência em análise por espectrometria de massa (foto: Wikimedia)

10/8/2010

Agência FAPESP – O Projeto Temático "Avaliação da Ocorrência, Toxicidade/Genotoxicidade e Processos para Degradação de Corantes em Efluentes e Águas Superficiais", apoiado pela FAPESP, tem uma vaga para pós-doutoramento no Departamento de Química Analítica da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

O projeto tem por objetivo obter diagnósticos sobre os níveis de contaminação de efluentes industriais e águas superficiais recebendo rejeitos de corantes azo, bem como avaliar a potencialidade tóxica e/ou mutagênica envolvendo alguns corantes e seus derivados, visando a obter subsídios para entender seus processos de transporte, bioacumulação, persistência e biotransformação no ambiente ou no metabolismo humano.

Dentro desse contexto, o candidato a pós-doutorado deverá apresentar experiência em análise por espectrometria de massa nas áreas de química analítica, tendo como foco subsidiar os trabalhos a serem desenvolvidos pelo grupo envolvendo os temas:

1) otimizar metodologias analíticas baseadas em cromatografia líquida e espectrometria de massas para pré-concentração, detecção e quantificação de corantes e subprodutos em efluentes e águas superficiais, lodos e sedimentos contaminados por resíduos da industria têxtil, curtumes, alimentos e tintura de cabelo;

2) correlacionar a estrutura química de possíveis corantes mutagênicos com testes de indução de dano ao material genético e alterações preliminares do sistema imunológico por corantes do tipo azo e águas oriundas de curtumes, tinturaria, salões de beleza e alimentos;

3) utilizar a técnica de espectrometria de massas para identificação de intermediários e subprodutos formados em processos de degradação de diversas classes de corantes portadores de grupo azo como cromóforo por métodos oxidativos avançados, tais como foto-fenton, ferro zero e fotoeletrocatálise sob irradiação artificial e solar;

4) contribuir com os órgãos ambientais na elaboração de legislação mais consistente para o descarte de corantes.

O grupo de pesquisadores envolvidos no projeto reúne conhecimentos multidisciplinares em áreas de fronteira de ciências exatas e biológicas, importantes para o avanço da área.

Interessados devem apresentar currículo vitae atualizado, carta de apresentação e breve relato de sua experiência e seu objetivo de carreira no assunto, bem como duas cartas de apresentação/recomendação até o dia 15 de agosto de 2010.

Os documentos devem ser enviados em formato PDF para a coordenadora do projeto, Maria Valnice Boldrin Zanoni (boldrinv@iq.unesp.br), professora do Departamento de Química Analítica da Unesp.

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP, no valor de R$ 5.028,90 mensais.

Outras vagas de bolsas de pós-doutorado, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.oportunidades.fapesp.br.


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br