domingo, 24 de maio de 2009

Mitos e verdades nutricionais em debate no Ganepão

IIICBNI e Ganepão 2009

 

Mitos e verdades nutricionais em debate no Ganepão

 

O Centro Fecomércio de Eventos, em São Paulo, será palco do III Congresso Brasileiro de Nutrição Integrada (CBNI) e GANEPÃO 2009, de 18 a 20 de junho de 2009. Destaques nacionais e internacionais da área debaterão as novidades em nutrição clínica, com abordagem interativa e multiprofissional, sob o tema central "Nutrição como Condicionante da Qualidade de Vida".

 

Um dos assuntos em evidência na grade científica é o painel interativo Mito ou Verdade Nutricional. Para a introdução ao debate, o palestrante dr. Marcelo Fender, coordenador da Sociedade Brasileira de Psico-Oncologia (SBPO) do núcleo Caxias do Sul, mostrará como se constrói e como desconstruir certas fábulas da nutrição.

 

"Os mitos se formam pela desinformação dos indivíduos, que recorrem a instrumentos não-confiáveis para esclarecer dúvidas que devem ser esclarecidas com o profissional. A melhor forma de desfazê-los é promovendo a boa informação e desconstruindo a concepção do irreal para uma vertente segura e saudável", defende o dr. Marcelo.

 

O especialista descreve alguns mitos frequentes observados nos consultórios como: chá quente que acarreta em câncer; beber durante a refeição engorda; fazer jejum e ingerir pratos vegetarianos para emagrecer; entre outros. No evento, dr. Marcelo também abordará as medidas adotadas pelo profissional de nutrição para a desconstrução destes equívocos.

 

"É preciso ouvir as dúvidas do paciente, respeitando seu histórico e repertório cultural. A partir disto, ele passará a confiar no profissional, que poderá disseminar as informações adequadas, realmente comprovadas, sem ferir sua ingenuidade", finaliza.

 

Beber oito copos de água ao dia é bom para a saúde?

A água tem papel fundamental na maioria das reações químicas do organismo, como a regulação térmica durante a prática esportiva, a regulação hemodinâmica e a respiração celular, apenas para citar algumas. A desidratação pode acarretar inúmeros problemas, inclusive levar à morte.

 

A água é a bebida mais saudável que existe, mas seu consumo excessivo pode gerar problemas, especialmente em pacientes portadores de doenças renais, insuficiência cardíaca congestiva e quadros de edema generalizado.

 

"Nestes casos, normalmente indicamos uma restrição hídrica, orientada individualmente", explica uma das palestrantes do Ganepão, a dra. Melina Castro, nutróloga pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

 

Os valores tidos como base para consumo são de  1,7 litros para mulheres e 2 litros para homens - diários. Fatores como a umidade, temperatura ambiental, tipo e frequencia de atividade física, e a taxa de sudorese (transpiração excessiva) individual interferem e alteram a necessidade hídrica de cada um.


Para identificar a quantidade de água necessária para consumo, existem métodos específicos, utilizados somente por profissionais e de forma personalizada. Análise da água corporal como a bioimpedância elétrica, aferição da taxa de sudorese durante a atividade física e cálculo da hidratação adequada para cada indivíduo são alguns deles.


O painel abordará, ainda, a importância da água e da hidratação adequada, assim como particularidades para hidratar grupos específicos.


III Congresso Brasileiro de Nutrição Integrada (CBNI) e Ganepão

18 a 20 de junho de 2009

Local: Centro Fecomércio de Eventos

Endereço: Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista - São Paulo - SP

 

Acontece Comunicação e Notícias

www.acontecenoticias.com.br

 

 




--
http://www.farolcomunitario.com.br
rede web de informação e cultura