terça-feira, 19 de maio de 2009

Cresce negação do Holocausto entre árabes-israelenses

Uma recente pesquisa realizada pela Universidade de Haifa revelou que 40,5% dos árabes com cidadania israelense negam o Holocausto – o extermínio de judeus pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial. A pesquisa revela também que 53,7% dos árabes-israelenses defendem o direito à existência do Estado de Israel, enquanto 41% a ele se opõem. Em 2003, 65,6% dos árabes-israelenses reconheciam o direito de existência de Israel e, em 2006, apenas 28% deles negavam o Holocausto.

 

Informações - Cembri - Centro de Mídia  Brasil-Israel

Ex-Libris Comunicação Integrada





--
http://www.farolcomunitario.com.br